domingo, 7 de junho de 2015

Resenha #05 - Amy & Matthew

Autor (a): Cammie McGovern
Editora: Galera
Páginas: 336
Ano: 2015
Gênero: Romance
Oiiiee pessoal!!! Tudo bem com vcs?
Bom, Amy & Matthew foi um livro muito comentado antes mesmo de ter sido lançado.
 Como já diz no título, esse livro vai contar a história da Amy e do Matthew, narrando pelo onto de vista de ambos.
 Amy é uma menina muito diferente das outras pois ela tem uma deficiência desde o dia que nasceu. Ela tem dificuldade para andar sozinha, não consegue falar, não consegue se alimentar sozinha, então ela precisa da ajuda de adultos em seu dia a dia.
 Como ela não ala, possíu um aparelho parecido com um computadorzinho, no qual ela escreve e o aparelho fala o que ela escrever.
 Mas, além disso, ela é uma menina muito inteligente e sua mãe sempre se orgulhou. E um dia ela escreve uma redação falando que apesar de sua deficiencia, ela é muito feliz.
 Então chega o Matthew, um menino que estuda com ela desde o fundamental, mas que só foi falar com ela para dizer que era mentira o que ela escreveu, que não tinha como ela ser feliz do jeito que ela era. E ao invés dela ficar triste, ficou surpresa pelo fato de alguém simplesmente ter falado a verdade, sem ter pena dela por sua deficiencia.
 Então, depois daquele dia, ela vai falar com sua mãe e pede para que ela troque os auxiliares adultos por adolescentes e deu a desculpa de que precisava socializar mais com as pessoas, criar novas amizades. Sua mão, embora meio relutante, acaba aceitando e chamando algumas pessoas que estudavam com Amy para serem seus auxiliares.
 E depois dessa conversa que os dois tiveram, o Matthew se "candidata" para ser auxilia da Amy, e ele acaba passando pelo "processo seletivo" que a mãe da Amy criou.
 Na semanda, cada dia tem um auxiliar diferente, cada um tem que apresentar a Amy uma quantia "x" de amigos porque a mãe dela faça novas amizades. E tem um determinado dia na semana que é o Matthew.
 E falando um pouquinho sobre o Matthew, ele é uma pessoa aparentemente "normal", como qualquer outra, mas no decorrer do livro, a gente acaba descobrindo que ele tem uma doença muito séria que é o TOC. Ele sente a necessidade de lavar as mãos várias vezes porque ele se sente sujo, ele se sente culpado por tudo, mesmo não tendo nada haver com a história.
 E é uma coisa que dá uma certa agônia de ler, mas os dois se juntam por causa dessas diferenças que eles tem e acabam ajudando um ao outro. A Amy ajuda o Matthew com o TOC, ela fala para ele buscar ajuda e ela acaba apoiando o Matthew , que por sua vez apoia a Amy, apesar de não fazer milagre, a ajuda, o que acaba criando um vínculo muito forte entre eles, que vai além da amizade, porém nenhum deles consegue falar isso em voz alta.

 
"Conclui que é possível amar alguém por razões totalmente altruístas,
por todas as suas falhas e fraquezas, e ainda assim não ter esse amor correspondido.
É triste, talvez, mas não trágico, a menos que você fique buscando seus afetos esquivos para sempre"
 
 
"Se Matthew não estivesse ali, fazendo suas piadas e dando
os telefonemas para as empresas, Amy não teria durando muito.
Mas, com ele, não importava que ninguém lhes dirigisse a
palavra, incluindo o orientador. Eles tinham um ao outro"
Página 67
 
Bom, espero que tenham gostado. Se você já leu deixe nos comentários o que você achou do livro. Se você ainda não leu deixe o comentário falando o que acho da resenha porque é muito importante para mim. Se gostou se inscreve aqui no blog e, se não gostou, se inscreve mesmo assim.
 
Bjss...
Leeh ^^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...