sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Resenha #15 - Petrus Logus

Petrus Logus: o guardião do tempo


     No passado a humanidade não cuidou bem de suas riquezas, e o egoísmo tomou conta de quase toda a população, sem falar na tecnologia, que estava cada vez mais avançada porém nem ela foi capaz de segurar o que estava por vim: a terceira guerra mundial. As autoridades pensaram que virando as costas para a população seria uma boa maneira de fingir que nada estava acontecendo, mas não foi bem assim, até as pessoas mais ricas e sábias foram aniquiladas por essa catástrofe.
     Essa foi a pior guerra que o mundo já viu, pois matou quase toda a população, e os poucos que restaram em sua maioria sofreram mutações horríveis.
Mas nem tudo estava perdido, pois aos poucos foi-se criando uma reino onde as pessoas poderiam morar, porém em troca dessa "paz" as pessoas tiveram que deixar todo tipo de tecnologia e instrumentos para a sabedoria, como os livros.
     O livro se passa cem anos depois da grande guerra, onde o Rei Apolo é a maior autoridade, guiado por seus conselheiros Terrívius, Demétrius e Cômudus, que não tem a menor bondade sabedoria. O Rei foi casado e teve dois filhos, os gêmeos Petrus e Lexus, a sua mulher foi acusada de traição e mandada para fora do reino, onde morreu pocos anos depois.
     Seus filhos tiveram educação bem diferente, pois enquanto Lexus aprendia a ser um príncipe sem remorso ou coração nas lutas com os conselheiros do rei, Petrus aprendia o valor da sabedoria e também a controlar a própria mente com o mestre Malthus, é lógico que Apolo não gostava da educação dado á Petrus, por isso só espera o momento certo tirar Malthus do reino.
     Sabe aquele livro que dá um gostinho de quero mais? Petrus Logus é esse livro, ficção e realidade se juntam, e a todo momento o leitor se pergunta: Será que esse será o futuro da humanidade?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...