sábado, 6 de fevereiro de 2016

Resenha #35 - Eclipse da Lua Azul - Mundo Humano


Título: Eclipse da Lua Azul - Mundo Humano
Autoras: Débora Knittel & Érica Falcão
Ano: 2014
Páginas: 224
Idioma: Português
Editora: Solisluna
Onde comprar? Solisluna/ Walmart/ Martins Fontes Paulista/ Livraria Cultura
Leia aqui a SINOPSE



     Os Guardiões dos 4 elementos, água, terra, fogo e ar, são ameaçados pelos seres das trevas. Juntos, eles forjam a esfera de cristal, o arco dourado, o bastão de fogo e a espada prateada (respectivamente) e as lançaram no fio de luz que os cobria. Desse fio de luz desce um medalhão. Para se protegerem, cada um se transformou numa pedra preciosa: rubi, água marinha, esmeralda e citrino. Não contentes, os seres das trevas conseguiram pegar os guardiões e deixou cada um num ponto da Terra. O medalhão se parte e uma metade vai parar na África e a outra na nossa querida Floresta Amazônica.
     No primeiro capítulo, entram em cena nossas queridas protagonistas, mas ainda beeem novinhas. Com 8 anos Holly perde a mãe e como seu pai, John Crane, é um arqueólogo que vive para a profissão, mas ama a filha, John a deixa no Rio de Janeiro, com os tios da garota, Dr. Ramos e Dr. Rita. Maiara, filha adotiva de Ramos e Rita, rapidamente vira amiga de Holly e acaba lhe confessando que uma moça já havia avisado em seus sonhos que Holly chegaria, mas as meninas juram não contar isso para ninguém.
     10 anos depois, quando Maiara e Holly estão no quarto, elas recebem a notícia de um tornado que varreu uma pequena cidade no sul do Brasil. A questão é que Maiara já sabia que isso aconteceria, pois também viu em seus sonhos. Ramos e Rita tem que partir do Rio para Santa Catarina e ajudar por lá.
     John tem um colar que nunca tira, desde que Holly se entende por gente, maaas acaba o entregando a filha. Esse colar é uma parte do medalhão e John parte para a África, a procura da outra parte. Acontece que ao fazer isso, John não sabia que estaria correndo grande perigo e que os seres das trevas tentariam impedi-lo a qualquer custo. Celino, um anjo do Reino Angelical e Kami, um elfo do Reino Elemental são os escolhidos para proteger John e sua filha. Kami vai proteger Holly e Maiara enquanto Celino fica para proteger e ajudar John a encontrar a outra parte do medalhão, mas Kami e as meninas acabam tendo problemas e Celino volta para o Brasil para ajudá-los. Quando volta para a África, John acaba desaparecendo, não sem antes deixar a outra parte do medalhão com Celino.
     Agora, tudo depende de Holly, Maiara, Kami e Celino.
 
" Uma parede translúcida separava a casa da tempestade de
relâmpagos e trovões que iluminavam o céu cinza escuro.
Criaturas, como sombras, entravam e saíam das casas do outro
lado da rua. Pessoas corriam pedindo socorro e algumas
delas foram arrastadas pela correnteza das águas que saíam
pelos bueiros das calçadas."


 
     Maaass, como sempre tem um mal iluminado, aquele que anda pelas sombras, ou seja, os seres das trevas, não vão deixar nada fácil para nosso grupo de heróis e também tem seus "escolhidos", Lavínia, irmã de Celino (ou seja, um anjo também), duas caras, para não dizer coisa pior e Fascínio, um elfo vingativo e que já matou geral para conseguir o trono, ou seja, ele vai se casar com Atiara, Rainha dos Elfos da Luz da Pedra da Gávea e o grande amor da vida de Kami.
     No meio dessa grande confusão, Holly e Celino acabam se aproximando, mas tentam evitar isso a qualquer custo. Afinal, como um anjo e uma mera mortal poderiam ficar juntos?
 
" - Elas possuem limitações. Você não consegue enxergar
isso ou faz de conta que ignora? - Kami encarou Celino.
- Sou um anjo. É claro que conheço as limitações
humanas... - Celino ergueu a sombrancelha. - Por isso
cuido delas.
- Delas, Celino, ou apenas de Holly? - Kami cruzou os braços."
 
     Débora e Érica souberam bem definir a personalidade de cada personagem e deixar bem claro o porquê de cada um ser igual aquele elemento ficou difícil, mas acho que vocês entenderam.... Além disso, toda a trama em que os personagens são envolvidos, acaba nos envolvendo também. Uma leitura super rápida e fácil, que nos faz refletir sobre todo o mal que estamos causando para o nosso planeta, destruindo, mesmo que não diretamente, a fauna e a flora.
     Só queria acrescentar rapidinho que Lavínia não foi sempre má, ela tem um booomm motivo para isso, maaaass não vou contar qual é... Vão ter que ler o livro para isso. Prometo que não vão se arrepender!
 
Bjss e uma ótima leitura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...