domingo, 3 de abril de 2016

Resenha #56 - A Morte de Sarai


"Sarai sempre quis ser livre - e agora não consegue deixá-lo."

Série: Na companhia de Assassinos, vol. 1
Autora: J. A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Páginas: 255
Ano: 2015
Gênero: Romance


Sinopse:
 Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro.
Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte.Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar.
Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.
Quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.



     Sarai, tinha apenas 14 anos de idade, quando sua mãe resolveu ir para o México com Javier, que é um dos maiores traficantes de drogas e garotas de lá. Destruindo todos os sonhos que Sarai tinha, a mãe dela à leva junto. Algum tempo depois, sua mão morre e Sarai vive em cativeiro, submissa a Javier.

     Nove anos após, Javier recebe a visita de um assassino de aluguel em sua fortaleza, que ele contratou para matar Guzmán. Sarai percebe que o assassino é americano e vê nele a chance de fugir daquele lugar tenebroso e voltar para casa, onde pretende ter uma vida normal. Ela foge com ele, e então a história toma um rumo inesperado para ambos.
 
 
"- Sarai, escute com atenção - diz ele. - Se escolher ir comigo, saiba que pode morrer. Vou fazer todo o possível para manter você a salvo, mas isso não é uma garantia. Por mais que você confie em mim, nunca , sob qualquer circunstância, deve confiar totalmente em alguém. No final, você só pode confiar em si mesma. Não sou sua alma que jamais deixará que algo de ruim lhe aconteça. Sempre confie em seus instintos primeiro e em mim por último."
     Esse foi o primeiro romance que li, não sou muito fã de livros de romance, mas abro uma exceção para esta série que comecei a acompanhar e não vejo a hora de ler todos os cinco volumes.

     Este livro tem um bom contexto, a história flui facilmente e quando nos damos conta, o livro já acabou. Para nossa sorte, este livro é o primeiro da série Na Companhia de Assassinos, aqui no Brasil já foram lançados dois livros da série, e o terceiro (O Cisne e o Chacal) já está em pré-venda nas livrarias online.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...