domingo, 1 de maio de 2016

Resenha #77 - Mr Mercedes


Mr Mercedes - Capa
Autor: Stephen King
Trilogia: Bill Hodges
Título Original: Mr Mercedes
Páginas: 400
Gênero: Suspense e Mistério
Editora: Suma de Letras
Ano: 2016


Nas frigidas madrugadas, em uma angustiante cidade do Centro-Oeste, centenas de pessoas desempregadas estão na fila para uma vaga numa feira de empregos. Sem qualquer aviso um motorista solitário irrompe no meio da multidão em um Mercedes roubado, atropelando os inocentes, dando ré e voltando a atropelá-los. Oito pessoas são mortas, quinze feridos.

Em outra parte da cidade, meses mais tarde, um policial aposentado chamado Bill Hodges é ainda assombrado por um crime sem solução. Quando ele recebe uma carta enlouquecida de alguém que se auto-identifica como privilegiado e ameaça um ataque ainda mais diabólico, Hodges acorda de sua deprimente e vaga aposentadoria, empenhado em evitar outra tragédia.

Brady Hartfield vive com sua mãe alcoólatra na casa onde ele nasceu. Ele adorou a sensação de morte sob as rodas da Mercedes, e ele quer aquela corrida de novo. Apenas Bill Hodges, com um par de aliados altamente improváveis, pode prender o assassino antes que ele ataque novamente. E eles não têm tempo a perder, porque na próxima missão de Brady, se for bem sucedido, vai matar ou mutilar milhares.

Mr. Mercedes é uma guerra entre o bem e o mau, do mestre do suspense, cuja visão sobre a mente deste obcecado assassino insano é arrepiante e inesquecível
.


     Em 2009, havia um local que aconteceria uma feira de empregos, então muitas pessoas foram fazer filas uma noite antes. Para quem não se lembra, nessa época, houve uma grande recessão nos Estados Unidos, a crise imobiliária americana, então muitas pessoas acabaram ficando desempregadas e ficaram desesperadas por isso. Quando amanhaceu, uma manhã com muita neblina, de repente, apareceu um Mercedes e começou a atropelar geral, e não era algo acidental! A Mercedes dava ré e atropelava novamente, então muitas pessoas ficaram machucadas, 8 pessoas morreram e foi um caso muitooo estranho. Em questão de minutos o Mercedes havia sumido em meio a neblina e ninguém conseguiu encontrar o culpado.
     Depois disso tudo, nós vamos conhecer o Bill Hodges, um detetive, que junto a um grupo de investigadores, não consegue descobrir nada sobre o crime. Eles encontram o carro, mas não descobrem vestígio nenhum da pessoa que estava dirigindo, até porque o carro é roubado. Hodges fica muito triste por não ter conseguido pegar o responsável por esses assassinatos.
     Meses mais tarde, Hodges já está aposentado, com 60 e poucos anos e numa profunda depressão por não estar mais trabalhando, sem mulher, pois se dedicava mais ao trabalho do que a família, sem quase nenhum contato com a filha que mora em outro estado e Hodges brincava com a morte, com um revólver antigo que tinha. Hodges recebe então, uma carta de um cara que diz ser o assassino que conduzia a Mercedes, o Mr. Mercedes. Na carta, esse cara fala várias coisas que comprovam que ele é o Mr. Mercedes e fala para o Hodges entrar numa sala de bate papo para eles conversarem. A ideia do Mr. Mercedes é fazer com que Hodges fique ainda mais depressivo e finalmente acabe se suicidando.
     Hodges faz tudo ao contrário do que o Mr. Mercedes pensou que ele faria. Hodges decide então que vai atrás desse cara e que vai prendê-lo a qualquer custo. Hodgers começa então uma investigação independente, e vai procurando mais provas e pistas que levarão a esse assassino. Hodges conta com a ajuda de outras pessoas, como por exemplo seu vizinho, Jarome Robinson, um adolescente de 17 anos, super inteligente.
     Então, o livro vai girar em torno desse caso. Hodges vai atrás desse assassino e do porquê esse cara fez essas coisas, como ele conseguiu fugir de uma maneira tão fácil, como conseguiu atingir algumas pessoas específicas.
     Todos os personagens são super bem descritos e você acaba se envolvendo com eles. A leitura é super rápida, apesar de não serem poucas páginas você vai lendo rápido para descobrir logo o final da história, o final os porquês de tudo e tals, enfim, eu li bem rápido. Foi o primeiro livro do Stephen King que eu li, mas já gostei bastante da escrita dele e das descrições para cada personagem.
     E aí? Vocês já leram algum livro do King? Deixem nos comentários suas expectativas sobre esse livro, ou sobre a trilogia, enfim.

Por hoje é só, pessoal!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...